A Direção da Federação Portuguesa de Futebol aprovou, esta quinta-feira, o orçamento para a época 2019/2020, que será sujeito a aprovação em Assembleia Geral, agendada para 8 de junho, no Porto.

Pontos principais do orçamento 2019/20:

Receitas previstas: 83,6 milhões de euros

Despesas previstas: 81,1 milhões de euros

Prevê-se resultado positivo de 2,5 milhões.
Época 2017/18 terminou com resultado positivo de 7 milhões (incluindo mais valias de venda da sede). Exercício 2018/19 ainda decorre, mas tudo indica que terminará com resultados positivos, até em virtude da participação da Seleção A na Liga das Nações.

Principais receitas previstas:

Direitos de transmissão, publicidade e patrocínios: 36,4 milhões

Jogos sociais: 15 milhões

Participação em competições de seleções: 13,9 milhões

Apoio UEFA e FIFA: 4,3 milhões de euros

Apoio Estado: 2,2 milhões de euros

Principais despesas previstas:

Gastos com fornecimentos e serviços, formação e estrutura: 25 milhões

Gastos com seleções nacionais: 23 milhões

Arbitragem: 8,4 milhões

Organização provas: 7,5 milhões

Organização de eventos: 5,8 milhões

Canal 11: 1,5 milhões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here