Depois de ter prolongado a custódia do primeiro suspeito do desaparecimento de Maëlys uma menina lusodescendente, um homem de 34 anos, a polícia francesa acaba de deter um segundo suspeito, avança a estação de televisão BFMTV. Este segundo suspeito terá igualmente 34 anos e foi colocado sob custódia esta manhã, na sequência dos inquéritos que estão a ser feitos para tentar encontrar a menina de 9 anos, desaparecida desde a madrugada de domingo.
Segundo a imprensa francesa, o homem seria um dos convidados de um casamento no Isère, não se percebendo se seria o mesmo casamento em que estaria a menina lusodescendente. A polícia decidiu deter o homem por considerar que as suas declarações seriam contraditórias, à semelhança do que sucedeu com o primeiro suspeito detido que, de acordo com o jornal Le Parisien, está registado nos ficheiros da Polícia Judiciária como autor de infrações sexuais ou violentas