Com um aplauso de pé, a Assembleia da República aprovou hoje por unanimidade um voto de pesar pela morte de Zé Pedro, guitarrista e fundador dos Xutos & Pontapés, falecido há uma semana.
Nas galerias do hemiciclo estiveram a viúva do músico, Cristina Avides Moreira, quatro irmãs e os restantes elementos da banda.
No voto, da autoria de Eduardo Ferro Rodrigues, considera-se que Zé Pedro foi “um dos ícones da cultura popular contemporânea” e “um músico, um divulgador de músicas e de músicos”, sendo “um apaixonado pela vida e com uma curiosidade insaciável sobre os movimentos do mundo e as novas tendências do pop e rock”.
“Era um homem com qualidades invulgares e com uma generosidade contagiante. Um símbolo de uma geração que se transformou numa referência de todas as gerações”, salienta-se no mesmo texto.
Neste voto, entre outros aspetos, faz-se ainda alusão ao facto de o antigo Presidente da República Jorge Sampaio ter condecorado em 2004 os Xutos & Pontapés.