A administração dos CTT assegura que não fará despedimentos. O presidente da empresa esteve esta quarta-feira no Parlamento, onde afirmou que o que vai acontecer é uma adequação de meios na rede de distribuição. Francisco Lacerda reafirma que é fundamental avançar com o plano de reestruturação dos CTT seguindo a linha mundial e afastando o cenário de despedimentos:

A garantia deixada por Francisco Lacerda, presidente dos CTT, esta quarta-feira, no Parlamento.