Uma brigada da ADoP (Autoridade de Antidopagem de Portugal) esteve no treino de terça-feira e realizou os normais exames junto dos futebolistas do plantel comandado por Petit.

Relativamente a opções ao dispor do treinador, a salientar o central Rui Correia, mais próximo do regresso – o defesa, após um considerável período de repouso em casa, por força de síndrome vertiginoso, realizou trabalho de ginásio e deverá reintegrar o treino em pleno até ao final da semana.

De fora mantêm-se o guarda-redes Marco Ribeiro e o ponta de lança Welthon, lesionados e ambos em tratamento médico. Os dois futebolistas estão ainda bastante atrasados nos respetivos processos de recuperação e por enquanto não têm datas programadas para o retorno à competição.

Além destes dois casos, há ainda a salientar o quinto cartão amarelo de André Leão que vai deixar o jogador de fora do próximo desafio do campeonato (Petit deverá apostar no regresso do brasileiro Mateus), mas não da Taça da Liga, com o FC Porto, competição na qual os castores já não têm quaisquer ambições.