O Benfica foi condenado a pagar quase 11 mil euros de multas por incidentes com adeptos na visita ao Tondela, na 15ª jornada da I Liga, anunciou o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol. No encontro que os encarnados venceram por 5-1, a reincidência no arremesso perigoso de objetos por parte de adeptos valeu a multa mais pesada ao Benfica: 7.650 euros. Pela utilização de material pirotécnico, o órgão disciplinar multou o clube em 2.870 euros, enquanto a entrada de um adepto para festejar um golo custou 383.
Por outro lado, no jogo da Taça da Liga que opôs o FC Porto ao Rio Ave, o atraso do avançado Soares na chegada à zona das entrevistas rápidas após o encontro valeu 3.825 euros de multa aos “dragões”. Já o Desportivo de Chaves foi multado em 3.825 euros pelo lançamento de uma garrafa de plástico cheia de água que caiu perto de um dos árbitros assistentes, no jogo em casa com o Rio Ave, na 15ª jornada da I Liga.
O FC Porto, que recebeu o Marítimo na mesma ronda, e o Boavista, que visitou o Paços de Ferreira, foram multados em 1.720 euros cada pela utilização de engenhos pirotécnicos.