O mais antigo Festival de Magia em Portugal, com produção e direção artística de Luís de Matos, está a decorrer, até domingo, em Coimbra. Trata-se de um projeto de referência, que posiciona Coimbra no mapa artístico e cultural, nacional e internacional, que atrai visitantes de Portugal e estrangeiro, como é tradição, na terceira semana de setembro.

O grande mentor da iniciativa, o mágico Luís de Matos, esteve à conversa com Cristina Ferreira, começando por adiantar que o festival é o reflexo de um ano de trabalho por todo o Mundo, concebido para todos os tipos de público:

Um dos aspetos que diferenciam os Encontros Mágicos de outros festivais de magia tem a ver com o facto dos espetáculos acontecerem a qualquer hora, em qualquer lugar:

Em 2018, no 22.º aniversário do Festival, as Galas Internacionais, um dos momentos mais esperados dos Encontros Mágicos realizam-se, pelo terceiro ano, no Convento São Francisco, numa organização conjunta com a Câmara Municipal de Coimbra. No entanto, Luís de Matos destaca outro momento:

Finalmente as Galas Internacionais de Magia:

Luís de Matos, diretor artístico dos Encontros Mágicos, que espalham magia até domingo, em Coimbra.