A Globall IGHS – Integrated Globall Healthcare Services, ancorada no Grupo Idealmed, de Coimbra, está entre os finalistas de um concurso internacional para a construção de um hospital de 860 milhões de euros no Médio Oriente~.
A empresa constituída pelo Grupo Idealmed [responsável pela maior unidade de saúde privada na região Centro], a Oman Brunei Investment Company e a Suhail Bahwan Group está direcionada para o mercado externo na área da saúde, assumindo-se como “entidade exportadora de conhecimento, que pode vir a ser um interessante embaixador da cidade de Coimbra e do país no Mundo”.
Para o Administrador José cunha, esta aventura no Médio Oriente iniciou-se há sensivelmente dois anos quando foi apresentada a candidatura do hospital de Muscat, em Omã, que a Idealmed ganhou, num investimento de 70 milhões de euros, numa parceria formada pela Oman Brunei Investment Company e o Grupo Suhail Bahwan”.
Ainda segundo José Alexandre Cunha, o projeto de Muscat e a composição societária da Globall IGHS transportaram a empresa “para um patamar de visibilidade que desconhecia e fez com que o trabalho começasse a ser observado no mercado internacional”, nomeadamente daquela região.
De acordo com o administrador, foram os mesmos parceiros do projeto de Muscat que “incentivaram a concorrer a construir um hospital com 600 camas de internamento, que está a concurso, num investimento muito grande, de 860 milhões de euros”.
Neste momento, a Globall IGHS tem já contratualizado mais de 105 milhões de euros de ativos no Médio Oriente, relativo à construção do hospital [70 milhões] de Muscat, em Omã, e de um centro clínico [35 milhões] em Doha, capital do Qatar.