Em comunicado, a GNR informa que o homem de 60 anos foi identificado pelo Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Proteção Ambiental de Lamego, na terça-feira.
A ação contou com o apoio de militares do Posto Territorial de Resende.
“No âmbito de uma investigação por incêndio naquela localidade, que deflagrou no dia 14 de outubro e que durante três dias consumiu cerca de 96,4 hectares, foi possível apurar que o suspeito ateou fogo a um espaço florestal de pinheiro bravo e mato, com recurso a fósforos, colocando em perigo habitações e um considerável povoamento florestal de pinheiro bravo”, refere.
De acordo com a GNR, o suspeito tem antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime e foi entregue à Polícia Judiciária (PJ) do Porto.