Aproxima-se o mês de janeiro e com ele a reabertura do mercado de transferências. O Sporting procura reforços, é certo, mas também deseja colocar aqueles que são considerados excedentários. Dessa lista, apurou A BOLA, fazem parte cinco jogadores: Viviano, Petrovic, Misic, Bruno César e Castaignos.

O guarda-redes chegou da Sampdoria, ainda na presidência de Bruno de Carvalho, e ainda não somou qualquer minuto oficial com a camisola leonina. O médio-defensivo sérvio, apesar de utilizado a espaços (528 minutos em 11 jogos), nunca convenceu e além disso aufere um salário elevado, pelo que a administração leonina procura também a sua colocação. Já o brasileiro Bruno César, que esteve parado mais de sete meses por lesão, reapareceu agora sob a batuta de Tiago Fernandes e Marcel Keizer – 13 minutos em dois jogos, Boavista e Lusitano de Vildemoinhos. Ainda assim, os leões, mais do que admitirem negociar se houver propostas, como acontece com alguns jogadores que estão fora desta lista, querem efetivamente encontrar uma solução para o camisola 11. Misic, que chegou ao Sporting  no mercado de inverno passado, tem apenas nove jogos de leão ao peito – seis na época passada, três na corrente – e como não é opção a solução da administração passa pela saída, por empréstimo para poupar salários ou de forma definitiva. Por fim Castaignos, avançado holandês esta temporada recuperado depois de cedência ao Vitesse – três golos em 36 jogos. Não é opção, está na lista de dispensas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here