A Cáritas de Coimbra vai reconstruir 40 habitações afetadas pelos incêndios que começaram em Junho em Pedrógão Grande e em Góis.
Das 40 reabilitações, 21 são de reconstrução total da casa e 19 de reconstrução parcial, sendo que 20 intervenções vão ser realizadas na Castanheira de Pera, 15 em Pedrógão Grande, três na Sertã, uma em Figueiró dos Vinhos e uma em Góis, referiu a Cáritas de Coimbra, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.
Recorde-se que O incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande no dia 17 de Junho, no distrito de Leiria, provocou pelo menos 64 mortos e mais de 200 feridos, e só foi dado como extinto uma semana depois.
Mais de dois mil operacionais estiveram envolvidos no combate às chamas, que consumiram 53 mil hectares de floresta, o equivalente a cerca de 75 mil campos de futebol.
O fogo chegou ainda aos distritos de Castelo Branco, através da Sertã, e de Coimbra, pela Pampilhosa da Serra e Penela.
No mesmo dia, um violento fogo deflagrou igualmente em Góis, não se registando neste caso quaisquer vítimas mortais.