Mais de 40 técnicos, em representação de municípios, universidades e outras instituições, participaram, em Cantanhede, Coimbra, numa reunião técnica promovida pelo Instituto de Conservação da Natureza, no âmbito da elaboração do Plano de Gestão do Sítio de Interesse Comunitário designado por Dunas de Mira, Gândara e Gafanhas, tendo em vista a criação de uma Zona Especial de Conservação. Deste Sítio fazem parte as faixas costeiras da Figueira da Foz, Cantanhede, Mira e Vagos, estando prevista a criação de uma Zona Especial de Conservação na Rede Natura 2000, para dar cumprimento a duas diretivas comunitárias, designadamente a Diretiva Aves, do Parlamento Europeu e do Conselho, e a Diretiva Habitats. Nesse sentido, o plano de gestão a desenvolver deverá promover a adaptação das orientações de gestão constantes das fichas de sítios do Plano Setorial da Rede Natura 2000 à área territorial da Zona Especial de Conservação e a identificação de medidas concretas a implementar no terreno. A reunião realizada em Cantanhede insere-se na segunda etapa do processo e surge na sequência da elaboração do Relatório de Base, estando agendada outra sessão técnica para a autarquia cantanhedense no próximo dia 17. Depois disso, o plano de gestão será submetido a discussão pública, seguindo-se a respetiva proposta de decreto-regulamentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here