O Executivo Municipal da Lousã, Coimbra, aprovou, por unanimidade, a atribuição de um apoio financeiro no valor de 25 000 euros à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Serpins.
O apoio agora aprovado, que será transferido para a Associação em duas prestações no valor de 12 500 euros cada, significa um aumento de 25% em relação ao valor atribuído em 2017 e destina-se a apoiar o importante trabalho desenvolvido pelos Bombeiros Voluntários de Serpins.
De acordo com uma nota da presidência da Câmara, o Executivo reconhece, assim, a importância que os Bombeiros têm para a segurança e qualidade de vida de todos, sendo este apoio uma forma de auxiliar os Voluntários de Serpins no desenvolvimento da sua missão. A autarquia destaca ainda a boa colaboração existente com Associação e Corpo de Bombeiros de Serpins, bem como o desempenho tido pela Corporação ao longo do tempo, nomeadamente no combate ao incêndio do passado mês de outubro. De referir que o executivo aprovou, também por unanimidade, um voto de pesar pelo falecimento, no passado dia 23 de Janeiro, do médico Francisco Castro e Sousa. Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, Castro e Sousa foi distinguido pelo Presidente da República com o grau de Grande-Oficial da Ordem da Instrução Pública, tendo recebido outras distinções nacionais e internacionais