O jogo com o Estoril – pelo menos, a primeira parte do encontro, relativo à 18.ª jornada, e com conclusão prevista para o dia 21 de fevereiro – foi o primeiro que Brahimi falhou nesta edição da Liga. Situação motivada pelo desconforto sentido pelo jogador na coxa direita frente ao Moreirense, o que, inclusivamente, justificou a sua substituição nessa partida da Taça de Portugal, por prevenção.

Uma questão de fadiga muscular, informou o boletim clínico do clube azul e branco, que nos dias que se seguiram foi dando conta do regime de treino condicionado a que o extremo esteve sujeito, até ao seu afastamento da convocatória para a Amoreira.

Dias que o argelino foi aproveitando para fortalecer o músculo e apresentar-se novamente apto para assumir a titularidade, já com o Tondela, sexta-feira, no Estádio do Dragão.