Está praticamente finalizado o processo de recuperação de Bas Dost por parte do Sporting, depois dos acontecimentos na academia de Alcochete.

O holandês começou por se mostrar irredutível na decisão de abandonar o clube e a cidade, visto ter sido um dos que mais sequelas apresentou depois das agressões e também pelas ameaças que a família recebeu.

Contudo, os últimos tempos foram de aproximação e o maior impulso para o holandês foi quando Bruno Fernandes aceitou regressar, o que significou um estímulo para Bas Dost, que tem estado em reflexão e que, ao que foi possível apurar, já deu o sim a Sousa Cintra.

Quanto à generalidade da imprensa desportiva, é unânime esta terça-feira em considerar que o assunto está perto de um desfecho favorável, sendo que O Jogo escreve que o holandês terá colocado a condição de apenas voltar com a garantia de que Bruno de Carvalho não andará por perto – ou seja, que a suspensão do ex-presidente se mantenha.

Bas Dost tinha contrato por mais duas épocas, mas esse foi finalizado e, como tal, um novo terá de ser redigido entre os leões e o holandês, que fez 70 golos em apenas duas épocas e que encantou a plateia de Alvalade.

Resta saber quais os pontos fortes desse novo contrato, que ainda não está finalizado.