Inês Henriques foi terceira classificada nos 20 quilómetros do Meeting de marcha de Monterrey, no México, segunda etapa do Challenge de Marcha da IAAF.
Campeã e recordista mundial dos 50 quilómetros marcha, Inês Henriques voltou a exibir-se ao melhor nível, ao cumprir a prova em 1.32,08 horas, atrás da brasileira Erica de Sena (1.30,47), quarta nos 20 km dos Mundiais de 2017, e da mexicana Maria Guadalupe González, vice-campeã mundial, que venceu em 1.27,46 h.
Em competição estiveram também as portuguesas Ana Cabecinha e Edna Barros, porém não concluíram a prova, disputada sob elevadas temperaturas e muita humidade.
Em Espanha, Filomena Costa também não terminou, ontem, a maratona de Sevilha. A atleta do Jardim da Serra desistiu ao 25.º km, onde passou no nono posto de uma prova muito rápida, de tal forma que o recorde anterior da prova, 2.26,03, que pertencia à portuguesa Marisa Barros, foi batido pela marroquina Kaoutar Boulaid, vencedora com o tempo de 2.25,35 h, com as etíopes Shewe Hayimanot Alemayehu (2.25,51 h) e Hirpa Badane (2.25,54 h) a completarem o pódio. Em masculinos, venceu o queniano Tuwei Dickson (2.08,22 h).
Por cá, Irina Rodrigues conseguiu o apuramento para o Europeu, que se realiza em agosto, em Berlim. No campeonato nacional de lançamentos de inverno, em Vagos, a atleta do Sporting alcançou o registo de 62,37 m no lançamento do disco, 6.ª melhor marca pessoal e suficiente para o apuramento para os Europeus.
Liliana Cá (AD Novas Luzes) terminou o Nacional no segundo posto, com 58.12 metros, marca de qualificação B para o torneio.