A Associação de Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande, Leiria, vai criar um espaço sobre incêndios florestais junto à sua sede, na aldeia da Figueira, onde vão ser desenvolvidas exposições e experiências científicas para sensibilizar a população.
O espaço intitula-se Oficina 4C (Ciência, Cultura, Conhecimento e Cidadania) e pretende ser uma espécie de mini-exploratório dedicado aos incêndios e à floresta, contando com a colaboração do Centro de Ciência Viva de Coimbra, disse à agência Lusa a presidente da associação, Nádia Piazza, sublinhando que estão à procura de apoios para desenvolver o projeto.
A ideia é trabalhar-se na sensibilização das pessoas para uma atitude mais preventiva sobre os fogos. O projeto itinerante também será realizado em parceria com o Centro Ciência Viva de Coimbra, procurando envolver os agentes da proteção civil locais dos concelhos que pretendem visitar.
A parceria com o Exploratório de Coimbra deverá ser assinada ainda durante este mês e segundo o diretor do Centro Ciência Viva, Paulo Trincão, este projeto pretende abordar três momentos específicos, o antes, o durante e o depois do fogo, através de atividades muito vastas. A iniciativa deverá englobar micro-exposições, ações de sensibilização e, por exemplo, ‘kits’ com pequenas experiências que as pessoas possam desenvolver em casa ou na escola.