A Associação Nacional de Municípios Portugueses e a Associação Dignitude vão cooperar na execução do programa Abem: Rede Solidária do Medicamento, que visa dar resposta aos problemas de acesso ao medicamento motivados pelo contexto socioeconómico.
No âmbito de um protocolo entre as duas entidades formalizado em Coimbra, a Associação de Municípios vai, designadamente, colaborar na implementação de estratégias de mobilização da sociedade civil para os objetivos de filantropia e de solidariedade subjacentes ao Abem, e na promoção e divulgação deste programa junto das autarquias. O programa Abem já está implantado nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira e em 16 dos 18 distritos do território do continente, à exceção de Braga e a Faro, onde deverá estar em breve.
Segundo Paulo Cleto Duarte, presidentes da Dignitude, entidade que tem sede em Coimbra, o Abem já apoia 1.493 famílias, equivalentes a mais de três mil beneficiários, aos quais foram dispensadas mais de 50 mil embalagens de medicamentos. O programa ambiciona atingir 25 mil beneficiários até ao final deste ano e 50 mil até final de 2019.