A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica apreendeu cerca de 30 000 artigos no valor de 330 mil euros no combate ao crime de contrafação em apenas duas semanas.
A informação é avançada hoje pela ASAE em comunicado.

“A ASAE, realizou nas últimas duas semanas, diversas ações de fiscalização, no âmbito do combate ao crime de contrafação, tendo sido direcionadas a armazenistas, venda ambulante, estabelecimentos físicos de venda direta ao público e ainda páginas de redes sociais com oferta de produtos online”, lê-se numa nota de imprensa.
“Como resultado destas ações que decorreram em Lisboa, Leiria, Porto, Tagilde, Guimarães, Palmela, Cascais (esta última em colaboração com a Guarda Nacional Republicana), foram instaurados 23 processos crime por venda, circulação ou ocultação de produtos contrafeitos”, explica a ASAE em comunicado.

Foram ainda apreendidos 29 718 artigos, designadamente calçado desportivo, malhas, cintos, malas e carteiras, acessórios de moda, bijuteria, óculos, relógios e perfumes, num valor aproximado de 330 mil euros e cerca de 2 mil euros em numerário, adianta o organismo.