Federação Portuguesa de Futebol divulgou, esta quinta-feira, os relatórios de jogo dos encontros da 11.ª jornada do campeonato nacional, onde foram distribuídos vários cartões amarelos devido a palavras direcionadas aos juízes de jogo.

O caso mais grave ocorreu no Vitória de Setúbal-Desportivo das Aves, quando César, cedido pelo Benfica ao Vitória de Setúbal, se dirigiu ao árbitro, tendo acabado por receber o cartão vermelho direto.

“Dirigiu-se ao árbitro principal gritando ‘Filho da p***, vai para o c***. Vai-se f***. Vai tomar no c*’”, escreveu Manuel Mota no seu relatório.

O Desportivo de Chaves-Paços de Ferreira também foi pródigo neste tipo de casos, tendo Vasco Santos mostrado cartão amarelo a Pedro Tiba – “Contra nós marcas tudo!” – e a Mateus – “Só sabes marcar faltas contra nós!”.

Já no Estoril-Rio Ave, o árbitro Vítor Ferreira admoestou o capitão vilacondense Tarantini com um cartão amarelo, após este lhe ter dito “Mas tu não vês a falta pá”.