O polémico jogo entre Rio Ave e Benfica (2-3), em Vila do Conde, para a 33.ª jornada da Liga, vai custar castigo de pelo menos um jogo a Hugo Miguel (o árbitro principal) e Luís Godinho (o VAR), procedimento habitual em caso de erro(s) grave(s), o que significa que os seus nomes não vão constar nas nomeações para a última jornada, no próximo fim de semana. Segundo A BOLA, Hugo Miguel e Luís Godinho deverão ainda ser chamados à Cidade do Futebol para se explicarem ao Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here