Assinalando o dia 25 de Novembro, Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima divulgou, esta quinta-feira, as Estatísticas de Violência Doméstica entre 2013 e 2017. Neste período, a APAV registou um total de aproximadamente 37 mil processos de apoio a pessoas vítimas de violência doméstica. Estes valores traduziram-se num total de cerca de 88 mil factos criminosos. A vitimação continuada representa cerca de 80% das situações, com uma duração média entre os 2 e os 6 anos, sendo a residência comum o local mais escolhido para a ocorrência dos crimes, representando cerca de 65% das situações. No período em causa, mais de 85% das vítimas de violência doméstica eram sobretudo mulheres casadas, com idades compreendidas entre os 26 e os 55 anos, pertencentes a um tipo de família nuclear com filhos. Ainda segundo o relatório, o fenómeno da violência doméstica contra as mulheres abrange vítimas de todas as condições e estratos sociais e económicos, sendo também os seus agressores de diferentes condições e estratos sociais e económicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here