O primeiro-ministro apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, 20 novas equipas de sapadores florestais. Acompanhado pelo ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, António Costa presidiu a uma cerimónia, em que foram entregues 20 viaturas de primeira intervenção para combate a incêndios florestais e diversos equipamentos. No seu discurso, o Chefe do Governo garantiu que o cadastro florestal é mesmo para avançar, dando como exemplo o concelho de Oliveira do Hospital:

António Costa prometeu ainda a criação de 500 novas equipas de sapadores florestais até final de 2019:

Recorde-se que foi em Oliveira do Hospital, que, há 10 anos, foi criada a Caule, primeira Zona de Intervenção Florestal do país. Associação de proprietários sem fins lucrativos, a Caule gere atualmente 12 destas unidades de exploração florestal, que representam quase 6.300 produtores de seis municípios da região: Oliveira do Hospital, Tábua, Arganil, Penacova, Seia e Santa Comba Dão, nos distritos de Coimbra, Guarda e Viseu.