O Benfica, através do Twitter do departamento de comunicação, negou ter adulterado as imagens do polémico lance na Vila das Aves, perto do fim do jogo, em que o FC Porto reclamou grande penalidade de Amilton sobre Danilo, e promete avançar para a justiça.

«O Benfica reafirma que não efectuou nenhuma manipulação da gravação difundida. Feita uma perícia interna, a única ocorrência que pode explicar alguma discrepância tem a ver com a fonte de onde foi obtida a gravação. Ninguém do Benfica manipulou ou adulterou a montagem das imagens. Realçamos que aquele ângulo permitiu ter a mesma avaliação que o vasto conjunto de imagens do VAR. Mais informa que quem de forma taxativa acusa o Benfica de ter manipulado as imagens terá oportunidade de responder a essa acusação em processo crime», pode ler-se.

Recorde-se que, após o jogo, o mesmo Twitter do Benfica publicou um ângulo do lance com a seguinte mensagem: «A farsa do `penalty` que na verdade nunca existiu. E as imagens do VAR devem ser muito mais concludentes.»

Em resposta, o diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, também no Twitter, acusou os encarnados de desonestidade. «Há gente para quem vale tudo. A desonestidade desta gente não tem limites e agora tentam adulterar a verdade. Comparem as imagens e avaliem a seriedade da comunicação do Benfica», escreveu.