A Polícia Judiciária, numa ação conjunta com a GNR de Lamego, deteve uma mulher alegadamente responsável por dois incêndios florestais ocorridos no passado dia 5 de agosto, em Nespereira, Cinfães.
Em causa estará um “quadro de desequilíbrio mental” e o fogo terá sido provocado com recurso a fósforos.
O crime terá levado a que fossem consumida uma área de cerca de 4000 m2 de mato e arvoredo, o que colocou em risco habitações.
A mulher tem 48 anos e é agricultora. Irá agora ser ouvida pela justiça para que lhe sejam aplicadas as medidas de coação.
A Polícia Judiciária já identificou e deteve 61 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.