A Académica obteve este domingo a sua quarta vitória consecutiva na 2.ª Liga, ao bater fora o FC Porto, por 2-1, em partida da 14.ª jornada, com o golo decisivo a surgir aos 90’+4.

A equipa de Coimbra adiantou-se no marcador aos 19 minutos, por João Real, após um canto. O empate surgiu através de um grande golo de Madi (83′), mas Ricardo Dias fez o 2-1 final, também na sequência de um canto, dando justiça ao resultado, aos 90’+4.

Com este triunfo, a Académica chega aos 23 pontos e aproximou-se do FC Porto B, que divide o terceiro posto com o Santa Clara e o Leixões, todos com 25 pontos.

A Académica mereceu este triunfo, que começou a ser construído durante a primeira parte, período em que foi superior ao seu adversário e materializou esse seu ascendente com um golo do central João Real, depois de um canto em que a defesa portista demonstrou uma grande passividade.

Com Balogun e Empis em bom plano no flanco esquerdo e Ricardo Dias forte a meio-campo, a Académica criou problemas atrás de problemas à defesa portista e esteve sempre mais perto de marcar o segundo golo do que o FC Porto de empatar.

No segundo tempo, os visitantes baixaram de intensidade e o FC Porto acercou-se da baliza de Ricardo Ribeiro como não tinha conseguido na primeira parte.

A retoma portista, porém, durou cerca de um quarto de hora, porque depois a Académica deu um safanão forte no jogo e o FC Porto voltou a sentir problemas para manter a sua baliza intacta.

Aos 75 minutos, o treinador do FC Porto B arriscou, substituindo o central Jorge pelo atacante Madi e este recompensou-o com um grande golo, fruto de pura inspiração individual.

A Académica, que contou com o apoio incessante de muitos adeptos, reagiu e empurrou os dragões para junto da sua área, graças a um futebol dinâmico, em que Ricardo Dias, nomeadamente, teve um papel fulcral.

Os lances de perigo sucederam-se junto à baliza de Diogo Costa, a Académica reclamou uma grande penalidade já perto do fim, o seu técnico, Ricardo Soares, acabou até por ser expulso, e, aos 90’+4, Ricardo Dias coroou a sua exibição com um golo que valeu à sua equipa três pontos merecidos.

Jogo no Estádio Jorge Sampaio em Vila Nova de Gaia.

FC Porto B – Académica, 1-2.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, João Real, 19 minutos.

1-1, Madi, 83

1-2, Ricardo Dias, 90+4.

– FC Porto B: Diogo Costa, Jorge (Madi, 75), Diogo Leite, Rui Moreira, Rui Pires, Diogo Dalot, Bruno Costa, Fede Varela, Luizão (Irala, 59), Oleg (Musa Yahaya, 67) e Galeno.

(Suplentes: M’Baye, Bidi, Irala, Diogo Queirós, Madi, Musa Yahaya e Anderson).

Treinador: António Folha.

– Académica: Ricardo Ribeiro, Mike, João Real, Zé Castro, Empis, Guima, Ricardo Dias, Chiquinho, Marinho (Haramiz, 90), Donald Djoussé (Diogo Ribeiro, 72) e Balogun (Luisinho, 85).

(Suplentes: Guilherme, Ki, Zé Tiago, Harramiz, Yuri Matias, Diogo Ribeiro e Luisinho).

Treinador: Costinha.

Árbitro: Bruno Paixão (Associação de Futebol de Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Guima (31), Jorge (54), Ricardo Dias (64), Zé Castro (76) e Marinho (90+4).

Assistência: 568 espetadores.