Depois da derrota pesada na receção ao Estoril Praia (2×7), naquele que foi o primeiro jogo dos estudantes após a saída de Carlos Pinto do comando técnico, a Direção da Briosa trabalha agora arduamente na escolha de um novo técnico e está a fazer força por um nome: Filipe Martins, atual treinador do Mafra.

Augusto Inácio, recorde-se, foi o primeiro objetivo dos responsáveis academistas, ainda antes desse encontro de má memória contra os canarinhos, mas não houve entendimento entre as partes na reunião de 3 de outubro, algo que obrigou a uma mudança de alvo.

Nesse sentido, o nome de Filipe Martins passou para opção preferencial da Direção liderada por Pedro Roxo, por reunir consenso entre a estrutura conimbricense, mas o Mafra não vê com bons olhos a saída do seu treinador.

Do lado dos mafrenses não existe vontade em libertar um técnico que está a fazer um excelente trabalho neste regresso do clube aos escalões profissionais, sobretudo para uma equipa que compete no mesmo escalão, e o negócio está neste momento a ser gerido com pinças devido a esta intransigência.