O Conselho de Disciplina da Federação divulgou um relatório onde dá conta de cinco processos disciplinares por infrações cometidas pelos adeptos de quatro clubes da Liga: Benfica, Vitória de Setúbal, Vitória de Guimarães e Feirense. Todos os emblemas arriscam jogos à porta fechada como forma de punição.

O Benfica responde por uma queixa apresentada pelo Sporting, em abril de 2017. Em causa está o facto dos encarnados não terem claques registadas o que, na ótica dos leões, resulta numa violação do artigo 118 do Regulamento Disciplinar.

O processo do Vitória de Setúbal refere-se a um jogo com o FC Porto, que se disputou no Estádio do Bonfim em outubro de 2016. Os sadinos estão acusados de sobrelotação do recinto.

O Vitória de Guimarães responde por acusações de atos racistas por parte dos adeptos em dois jogos da temporada passada, um dos quais com o Benfica, em novembro de 2017.

Por último, o Feirense está acusado de comportamento incorreto e discriminatório dos adeptos no desafio frente ao Boavista, referente à temporada passada.