O escritor Juan Marsé, prémio Cervantes em 2008 morreu hoje em Barcelona aos 87 anos.
A informação foi avançada pela editora Balcells.

A sua carreira literária iniciou-se em 1959, ano em que começou a publicar crónicas em revistas literárias e em que obteve o Prémio Sésamo de contos.

Desde então publicou diversas obras, muitas delas premiadas e publicadas em Portugal, como “Últimas Tardes com Teresa” (2006), “Canções de Amor em Lolita’s Club” (2006), “O Feitiço de Xangai” (2010), “Rabos de Lagartixa” (2011), “Caligrafia dos Sonhos” (2013), “O Amante Bilingue” (2013), “Essa puta tão distinta” (2016).

Foi também galardoado com o Prémio Juan Rulfo 1997, o Prémio Internacional Unión Latina 1998 e o Prémio Cervantes em 2008.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here