O Presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, foi constituído arguido no âmbito da “Operação Saco Azul”, revela o jornal A Bola, na edição de hoje.

De acordo com este matutino também a Benfica SAD e a Benfica Estádio terão sido constituídos arguidos.

Em causa estão 1,9 milhões de euros que terão sido levantados das contas da Benfica SAD em apenas seis meses, para pagamento de serviços que, alegadamente, nunca terão sido prestados. A investigação começou em 2018, por alerta da Autoridade Tributária.

Recorde-se que em 6 de junho de 2018, a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa confirmou, em comunicado, terem sido realizadas buscas ao Benfica, que levaram à constituição de seis arguidos – três pessoas singulares e três pessoas coletivas -, sob suspeita de “branqueamento e fraude fiscal”.

O presidente do Benfica foi ouvido, ontem, e terá sido constituído arguido, tal como a SAD do clube e a Benfica Estádio.

De acordo com o jornal A Bola, esta quarta-feira serão ouvidos Domingos Soares de Oliveira, administrador da SAD benfiquista e Miguel Moreira, diretor financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here