Faz hoje 4 anos que Portugal se sagrou campeão da Europa de futebol pela primeira vez na sua história, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, em encontro disputado no Stade de France, em Saint-Denis.

Foi um culminar feliz de um percurso ao longo da fase final da prova, com três empates nos três jogos da fase de grupos, diante de Islândia, Áustria e Hungria. Uma vitória sofrida sobre a Croácia nos oitavos de final, um triunfo frente à Polónia no desempate por penáltis nos quartos. E, por fim, uma vitória sobre o País de Gales na meia-final da prova.

Dos 23 convocados por Fernando Santos para esse Europeu, apenas Anthony Lopes (Lyon) e Danilo (FC Porto) mantêm-se nos clubes que representavam à data da convocatória para a prova.

Ricardo Carvalho e Eliseu já encerraram as carreiras, Cristiano Ronaldo mudou-se do Real Madrid para a Juventus e Éder joga na Rússia ao serviço do Lokomotiv de Moscovo.

Para a história fica o golo marcado por Éder e a profecia de Fernando Santos, que sempre disse que só voltava para casa no dia 11 de julho de 2016.

No dia em que se celebram quatro anos da primeira conquista da história da Seleção Nacional, Fernando Santos recordou, ao site da Federação Portuguesa de Futebol, a final diante da França:

Para o técnico português, a partida no Stade de France tornou o sonho em realidade e marcou uma nova fase no futebol português.

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, relembrou o dia em que a Seleção Nacional venceu o Campeonato da Europa:

Declarações do presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, ao site da FPF, no dia em que se completam quatro anos da conquista do Euro 2016.

Foi há quatro anos que Portugal conquistou um título europeu inédito. A pandemia de covid-19 adiou a edição deste ano, prolongando o reinado luso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here