O ministro do Ambiente e da Ação Climática afirmou, esta quarta-feira, no parlamento, que o balanço final de edifícios com necessidade de intervenção para a remoção de amianto passou a ser de 3.868, dados referentes a julho do ano passado.

João Matos Fernandes falava na Comissão de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, onde foi ouvido, juntamente com o secretário de Estado do Tesouro, Miguel Cruz, sobre a situação do cumprimento dos objetivos traçados para remoção dos materiais de amianto dos edifícios públicos, a requerimento do PSD:

Ainda de acordo com Matos Fernandes, os aterros que vão receber estes resíduos devem adaptar-se:

Era João Matos Fernandes, ministro do Ambiente, a garantir que o Governo considera prioritário o combate ao amianto. Dados de julho do ano passado indicam que há 3.868 edifícios com necessidade de remoção deste material potencialmente cancerígeno.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here