São três as medidas que o CDS quer pedir ao Governo para a recuperação económica do país. Entre elas, está o prolongamento do ‘lay-off’ simplificado, “pelo menos,” até setembro. O presidente do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, considera esta medida “fundamental” para que as empresas consigam manter postos de trabalho.

 

Declarações do líder democrata-cristão no final de uma reunião com a bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados, em Lisboa.

Francisco Rodrigues dos Santos referiu ainda que “O Governo disse que estava tudo pago [em termos de ‘lay-off’], a verdade é que não está, e quem conhece a realidade empresarial percebe que este é um problema que as empresas continuam a atravessar”, defendendo que o prolongamento desta medida para ajudar as empresas a fazer face aos efeitos da pandemia de covid-19 seja “sujeita a nova avaliação”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here