Uma maioria de clubes da I Liga de futebol vai pressionar o presidente da Liga, Pedro Proença, para que  apresente a demissão já esta quinta-feira.

De acordo com o programa desportivo “Bola Branca”, da Rádio Renascença, o tema esteve no centro de uma conversa mantida na terça-feira, entre 10 dos 18 clubes do escalão principal, precisamente no dia em que deveria ter acontecido uma reunião de presidentes, entretanto adiada pela segunda vez, para hoje.

Ainda segundo a emissora católica, Pedro Proença foi bastante criticado, com o Benfica a assumir um papel mais interventivo, apoiado por Sporting, Braga, Marítimo, Famalicão e Boavista. FC Porto, Paços de Ferreira e Vitória de Setúbal não participaram. No centro do descontentamento que se arrasta em relação ao presidente da Liga está uma carta dirigida por Pedro Proença ao Presidente da República, com vista a que as operadoras de televisão permitissem a transmissão de jogos em sinal aberto, na reta final da I Liga.

As operadoras, e a NOS em particular, sendo patrocinadora direta da prova, e por consequência dos clubes, não gostaram da proposta. Na reunião desta quinta-feira, marcada para as 18 horas, ficará oficializado o calendário das últimas dez rondas do campeonato, bem como os respetivos estádios a utilizar, entretanto viabilizados pela Direção Geral da Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here