Portugal teve, no segundo semestre de 2019, a quarta eletricidade mais cara da União Europeia para consumo doméstico, em termos de poder de compra das famílias, de acordo com o Eurostat. Já o gás também é o quarto mais caro da Europa, depois da Espanha, Suécia e Itália.

O gabinete de estatísticas europeu fez as contas à fatura da luz ajustando os preços a uma fórmula que elimina as diferenças entre os países e revela agora que os portugueses foram os que mais pagaram pela eletricidade consumida a seguir à Roménia, Alemanha e Espanha.

Em média, as famílias portuguesas pagaram quase 22 euros por 100 kWh de eletricidade no segundo semestre de 2019, com os impostos a pesar 49% na fatura.

Por comparação com igual período de 2018, é possível constatar, que os preços da eletricidade baixaram 4,9% em Portugal. Foi o terceiro país da UE onde o preço da luz mais baixou, depois da Dinamarca e da Grécia.

Em termos de paridade do poder de compra, o gás é mais barato no Luxemburgo, Letónia, Bélgica, Alemanha, Hungria, Estónia e Dinamarca. E mais caro em Espanha, Suécia, Itália, Portugal e Bulgária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here