A selecção nacional de futebol, incluindo jogadores, treinadores, dirigentes e “staff” de apoio, abdicou de 50% do valor que tinha sido garantido pela qualificação para a fase final do Euro2020, que entretanto foi adiado para 2021, devido à pandemia de Covid-19.

O montante, ligeiramente superior a um milhão de euros, reverte para o fundo criado pela Federação Portuguesa de Futebol, destinado ao apoio a equipas do Campeonato de Portugal, mas também do futsal e futebol feminino. Com esta doação o fundo já conta com quase seis milhões de euros disponíveis.

Recorde-se que selecção A de Portugal assegurou o apuramento para o Europeu depois de ter terminado na segunda posição a sua participação no Grupo B da fase de qualificação, atrás da Ucrânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here