As receitas dos jogos sociais caíram para metadade, desde que foi declarado o estado de emergência em Portugal. Segundo o jornal Público, o confinamento social fez cair as vendas principalmente das raspadinhas e do Euromilhões.

Na terça-feira, foram vendidos cerca de 830 mil bilhetes do Euromilhões, estando muito abaixo da média habitual, que costuma ser de milhão e meio.

Com a suspensão do campeonato nacional de futebol, o Totobola suspendeu os concursos. O Placard passou a ter como base a liga de futebol da Bielorrúsia – a única que não foi interrompida – mas a estratégia não atraiu os apostadores.

A quebra de vendas já terá levado mais de metade das casas de apostas a fechar portas e a recorrer ao regime de lay-off.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here