O Governo aprovou um decreto-lei que permite aos trabalhadores em regime de lay-off exercer atividade remunerada. Mas determina que apenas o podem fazer em cinco setores, designadamente: na produção alimentar, apoio social, saúde, logística e distribuição.

O lay-off simplificado pode contemplar uma suspensão do contrato de trabalho ou uma redução da carga horária. Já mais de 40 mil empresas pediram para aderir a este mecanismo, que visa assegurar os empregos durante a crise do Covid-19.

O Executivo prevê ainda que pode vir a precisar de aprovar medidas para fixar preços máximos ou monitorizar centralmente stocks, isto numa altura em que a elevada procura por alguns produtos de proteção levou a que alguns sítios praticassem preços mais elevados do que o normal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here