Os portugueses repatriados da cidade chinesa de Wuhan, que têm estado em isolamento hospitalar, vão poder regressar a casa no próximo sábado. No entanto, a diretora-geral da Saúde garante que tal só vai acontecer depois de repetidas as análises, na véspera.

Ontem, em conferência de imprensa, Graça Freitas adiantou que estão a ser preparados mais hospitais para receber eventuais infetados com o novo coronavírus:

A diretora-geral da Saúde reforçou ainda a necessidade dos cidadãos contactarem a Linha Saúde 24, para o esclarecimento de quaisquer dúvidas, salientando que o sistema de deteção de casos suspeitos de forma precoce tem funcionado:


Recordo que o número da Linha SNS é 808242424. Entretanto, a Organização Mundial de Saúde anunciou que dentro de um ano e meio poderá estar disponível uma vacina para travar o novo coronavírus. Este foi o prazo revelado pelo diretor da OMS, após uma reunião de centenas de especialistas que estão reunidos, em Genebra, para debater formas de controlar e lidar com o surto de coronavírus.

A OMS anunciou que este vírus passa a ser denominado por COVID-19 e até ao momento já provocou a morte a 1.113 pessoas e 44.653 infetadas. São números divulgados pelo autoridades de saúde da China. Um estudo do maior especialista chinês em epidemias revela agora que o período de incubação da nova pneumonia viral pode chegar aos 24 dias e não apenas 14 como se julgava. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here