O “Pacto Português para os Plásticos”, criado para garantir que todas as embalagens serão reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis, foi assinado hoje. No entanto, os dados da Agência Portuguesa do Ambiente e da Sociedade Ponto Verde não agradam à Associação Ambientalista ZERO. Para esta entidade, a solução passa por envolver mais os cidadãos e as autarquias, como refere Rui Berkmeier:

Ainda de acordo com a ZERO, a reciclagem de plástico em Portugal tem-se demonstrado um enorme falhanço, tendo sido contabilizadas, em 2018, cerca de seiscentas mil toneladas de plástico nos resíduos urbanos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here