A Hero, equipa de Paulo Gonçalves, anunciou num publicação no Twitter, esta segunda-feira, que se vai retirar do Rali Dakar. Esta decisão deve-se ao facto de os seus elementos estarem em “profundo luto” pela morte “trágica” do piloto português no domingo.

“Toda a equipa Hero está em profundo luto após a morte trágica do nosso piloto Paulo Gonçalves no domingo. Com um imenso respeito pelo nosso falecido colega, a Hero não vai continuar a sua participação no Rali Dakar de 2020”.

O piloto Paulo Gonçalves faleceu este domingo, aos 40 anos, na sequência de uma queda na sétima etapa da 42.ª edição do Dakar. Esta era a sua 13.ª participação.

A causa da sua morte terão sido lesões “graves na cabeça, pescoço e coluna”, adiantou hoje fonte da equipa à agência Lusa. De acordo com a mesma fonte, espera-se que trasladação dos restos mortais do piloto aconteça na terça-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here