Os Bancos Alimentares contra a Fome recolheram 2 130 toneladas de alimentos durante a campanha nacional, que decorreu no fim de semana, em mais de duas mil superfícies comerciais de 21 regiões do país.
O Presidente da República esteve ontem no Banco Alimentar de Lisboa, onde ajudou a descarregar alimentos. Marcelo Rebelo de Sousa aproveitou para agradecer a solidariedade dos portugueses:
A presidente da federação que reúne os 21 Bancos Alimentares Portugueses, Isabel Jonet, também destacou a generosidade dos portugueses, numa campanha que recolheu mais alimentos que a levada a cabo, na mesma época, no ano passado:
Como ouvimos, a recolha de alimentos prossegue nos supermercados e na internet até 08 de dezembro, através do site www.alimentestaideia.pt, ou em vales disponíveis nos estabelecimentos comerciais.
Os géneros alimentares recolhidos serão distribuídos, a partir da próxima semana, a 2.400 instituições de solidariedade social, que os entregam a cerca de 380 mil pessoas com carências alimentares comprovadas, sob a forma de cabazes ou de refeições confecionadas.
Recorde-se que mais de 2,2 milhões de pessoas estão em risco de pobreza ou exclusão social, em Portugal, de acordo com dados divulgados recentemente pelo INE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here