O diretor-geral do Serviço de Informações de Segurança, Adélio Neiva da Cruz, afirmou esta terça-feira, em Braga, que a Europa não está livre de um novo ataque terrorista de larga escala. Neiva da Cruz alertou que a organização terrorista Estado Islâmico continua a ser uma ameaça grave a curto e médio prazo, apesar da morte do seu líder, Abu Bakr Al-Baghdadi, divulgada em outubro.
No entanto, considera que os estados estão hoje coletivamente mais preparados do que nunca, já que aprenderam com os seus erros, colmataram as suas vulnerabilidades e de forma concertada e articulada gizaram mecanismos céleres e eficientes para detetar e reprimir a concretização de ameaças terroristas.
O diretor-geral do SIS falava na Universidade do Minho, durante um congresso internacional sobre ‘Prevenção, policiamento e segurança – Implicações nos direitos humanos’, promovido pela Escola de Direito daquela academia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here