Já arrancou a primeira fase do Programa “abem – Rede Solidária do Medicamento”, no âmbito do protocolo existente entre o Município e a Associação Dignitude, que irá atribuir cartões de beneficiário a 12 famílias identificadas em situação de carência económica.
Para o Presidente da Câmara Municipal, João Miguel Henriques, «o objetivo é que os poiarenses, em especial os que se encontram em situação de carência económica, possam beneficiar desta parceria e, com este protocolo, possam ter acesso gratuito aos medicamentos de que necessitam».
Numa altura em que se estão a assinalar os 40 anos do SNS um pouco por todo o país, esta entrega assume ainda maior significado, na medida em que «estende o princípio democratizador do SNS também aos medicamentos e aos cuidados farmacêuticos, contribuindo para que ninguém, independentemente do seu nível de carência económica, fique sem acesso aos medicamentos que lhe foram prescritos pelo seu médico», afirmou.
Esta é a primeira fase do programa, com a atribuição dos cartões de beneficiário às 12 primeiras famílias. Terminado este processo, está ainda prevista a abertura de nova fase de candidaturas que permitirá a mais famílias poderem apresentar a documentação necessária para aderir a este programa.
O “abem” é o primeiro programa solidário da Associação Dignitude, uma instituição particular de solidariedade social, que nasce da parceria entre o setor social – Cáritas Portuguesa e Plataforma Saúde em Diálogo e o setor da saúde – Associação Nacional das Farmácias e Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica.
Os beneficiários são pessoas, de todas as idades, que se encontram numa situação de carência económica e não conseguem comprar os medicamentos comparticipados que lhe sejam prescritos por receita médica. A cada beneficiário é atribuído um cartão que lhe permite aceder aos medicamentos prescritos em qualquer farmácia (aderente) do país, sem mais burocracias e com a dignidade que merece.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here